Uma Muralha do tamanho da China

8 02 2014

IMG_2213

Hoje quando subi uma escada do metrô senti o cansaço nas pernas, mas não é a idade não. É reflexo da trilha mais pesada que fiz até hoje, na Grande Muralha, no dia anterior. Depois vou escrever sobre a China e sua realidade econômica, política e social, três chaves fundamentais para entender este país e sua mistura de comunismo com capitalismo. Em pouco mais de duas décadas a China, que não era nada no contexto econômico mundial, transformou-se numa potência sem abrir mão de regras próprias e soberanas. Outro aspecto que precisa ser entendido é o sistema político vigente. É uma Democracia? Nós somos uma Democracia? Afinal quem está mais próximo desse conceito um tanto abstrato nos nossos dias? Por último é necessário fazer um balanço dos custos e benefícios dessa revolução econômica para o povo. Mas isso é assunto para outros posts.

Image

IMG_2303

Agora vou falar da Grande Muralha que explica um pouco da força histórica e cultural desse país. Oficialmente ela tem em torno de 7 mil km, mas há quem diga que tem bem mais e, quando foi concluída, circundava o então território chinês que hoje é muito maior. sua construção começou entre trezentos e duzentos anos antes de Cristo e foi concluída (como está hoje) no século XV, na dinastia Ming.

Parte dela está em ruínas e outra parte restaurada. Eu e minha filha, que mora aqui, fizemos ontem uma caminhada numa das partes mais difíceis que se pode chegar sem autorizações especiais, que tem trechos restaurados e outros em ruínas.

Image

Além da montanha que já é inóspita, tem a altura do muro

A China é um país montanhoso, parecido com as montanhas de Minas Gerais, só que mais altas, como pude ver de cima ao chegar. Quem já sobrevoou Minas, vai entender e as fotos confirmam. A muralha foi construída subindo e descendo sempre pela parte mais alta das montanhas. Imaginem a coluna vertebral de um dragão com aquelas saliências ponteagudas e a muralha construída sobre elas de modo que é quase impossível subir pelos paredões laterais naturais, quase verticais, acrescidos do muro que é altíssimo, variando de uns 4 a 6 metros. Chegamos num ponto de acesso a 3 horas de Beijing (Pequim) por estradas excelentes. Dali, subimos por uma trilha consolidada, até entrarmos no dorso da muralha pelo qual seguimos por três horas para percorrer os 6 km do percurso mais difícil. Já de início a dificuldade é tanta que quase dá vontade de desistir. São subidas quase verticais, com degraus com o dobro da altura e metade da profundidade dos que estamos acostumados. Só cabe a ponta do pé.

Image

Isto não é uma parede, é uma escada

De trechos em trechos existem torres. Percorremos 22 delas. Várias dessas “escadarias” para chegar nas torres são muito longas e algumas em ruínas o que dificulta ainda mais a subida ou a descida do outro lado. Muitas vezes temos que usar pés e mãos para não cair. Em algumas o parapeito foi destruído e se alguém escorregar para o lado cai de uma altura de dez metros. Conforme avançamos, a dificuldade só aumenta, mas parece que vamos nos acostumando. Numa das últimas subidas, antes da vigésima segunda torre, chega a dar fadiga na musculatura das pernas forçando uma parada no meio da subida para relaxar por alguns momentos antes de seguir. Cardíacos ou hipertensos, não devem encarar. O tempo todo pensei na Luciane, na Joyce e na Cristiane, minhas fadas do pilates, RPG e acupuntura que garantiram o sucesso da trilha duríssima, sem nenhum problema. Mérito também para o néctar dos deuses gaudérios, que me acompanhou na empreitada.

Image

A muralha é tão bem feita que dá pena dos inimigos que se aventuraram a tentar vencê-la. É uma obra colossal feita num tempo quando não haviam as máquinas de construção que tornam tudo mais fácil hoje em dia, nem helicópteros para levar material a lugares tão inóspitos. Sua construção é um feito tão grandioso quanto as pirâmides ou o crescimento econômico absurdo do país em tão pouco tempo, enquanto o capitalismo vive suas maiores crises. Quando vierem à China conheçam a muralha e vão pelo caminho mais difícil. É imperdível. As fotos dão uma idéia do que falei. A Grande Muralha, pela sua grandiosidade, pode ser comparada ao tamanho da China hoje no cenário mundial.

IMG_2268

Alguns pontos não restaurados são mais difíceis

Em ruínas 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: